20 de ago de 2010

Júlia de Milão




Bem-Aventurada Júlia (Giulia) de Milão (Século XVI)

São extremamente poucas as notícias biográficas dessa Clarissa. Sabe-se com certeza que viveu no Mosteiro de Santa Úrsula em Milão, de Clarissas, onde por trinta anos (1510-1540) constantemente teve visões de Santa Catarina de Bolonha, que descrevia em escritos espirituais. De acordo com as principais festas litúrgicas, Santa Catarina teria dado a essa piedosa irmã clarissa belos ensinamentos espirituais que foram por ela fielmente transcritos e ampliados com observações e meditações pessoais. Estes escritos vieram a constituir as “Revelações da Bem-aventurada Catarina de Bolonha”, recolhidos em três volumes e conservados no Mosteiro de Corpus Domini de Bolonha por Francisco Gonzaga, frade menor, durante o período em que foi Geral da Ordem. O original, autógrafo da Bem-aventurada Júlia, encontra-se em Módena, também em três volumes, na Biblioteca Estense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário