28 de ago de 2010

Aneska Yastrzebska da Polônia




Bem-Aventurada Aneska (Inês) Yastrzebska da Polônia, mártir (1269)
E 59 Clarissas Mártires

De nobre família polonesa, foi abadessa do Mosteiro de Clarissas fundado pela Bem-aventurada Salomé de Cracóvia, em Zawicost, na Polônia. Morreu martirizada na invasão dos tártaros (muçulmanos), juntamente com 59 Irmãs Clarissas no ano de 1269. A festa destas Mártires é celebrada no dia 02 de fevereiro.

Um comentário:

  1. Aqui consta que Aneska Yastrzebska e suas companheiras morreram em Zawichost (leia-se Zavirrost, pois no polonês a partícula ch tem valor de rr, assim como no alemão) nas mãos dos invasores tártaro-mongóis em 1269. Só que em 1269 não houve invasão tártaro-mongol a Polônia, e sim em 1259, ou seja 10 anos antes. Tal invasão foi marcada por, entre outras coisas, o martírio do beato Sadok e seus companheiros dominicanos em Sandomierz enquanto cantavam o cântico cristão Salve Rainha e uma tentativa infrutífera do papa Alexandre IV de fazer uma cruzada contra a Horda Dourada. Ao todo houve três invasões tártaro-mongóis a Polônia: a primeira em 1240/1241, a segunda em 1259/1260 e a terceira em 1287/1288. As três afetaram principalmente o leste e o sul da Polônia. E os invasores mongóis na época das invasões a Polônia e a Hungria não eram muçulmanos, e sim pagãos tengristas. A Horda Dourada só vai se islamizar a partir dos anos 1310, com o khan Uzbek, embora antes dele tenha tido dois khans muçulmanos: Berke (r. 1257 - 1267) e Tuda Mengu (r. 1280 - 1287).

    ResponderExcluir