28 de ago de 2010

Filipa de Leonardo de Gislério de Assis



Bem - Aventurada Filipa de Messer Leonardo de Gislério de Assis (+1257) - 13 de outubro


Ingressou no Mosteiro de São Damião em 1215, atraída pela vida de penitência de Santa Clara. É a terceira testemunha no Processo de Canonização. Assistiu a vários milagres  realizados por Clara: a cura repentina de Irmã Benvinda de graves fístulas; a cura de Irmã Amata, que sofria de hidropisia; de Irmã Andréia, atacada por escrófulas; e de Irmã Cristiana, que era surda. Como Santa Clara, também Filipa era provinda de uma família da nobreza feudal de Assis. Como as famílias de Pacífica de Guelfuccio, Cristiana de Bernardo de Suppo, faziam parte da “Consorteria” da Praça de São Rufino, uma organização feudal dos nobres de Assis para defender seus direitos contra quaisquer assaltos de nobres de outras regiões ou mesmo da burguesia em ascendência. Filipa conheceu Clara ainda menina (cf. ProcC III,8). Durante o período da guerra entre Assis e Perúgia, as duas famílias se refugiaram em Perusa, onde cresceu a amizade entre Filipa e Clara. O pai de Filipa é Leonardo, filho de Gislério de Albé, riquíssimo e potente senhor do Castelo de Sassorosso, que foi um dos primeiros castelos destruídos pela população de Assis pelo final do ano 1000, logo que esta cidade tornou-se comuna independente. Filipa morreu em 1257, tendo vivido verdadeiramente como santa. Sua festa é celebrada no dia 13 de outubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário