28 de ago de 2010

Cecília Gualtieri



Bem - Aventurada Cecília de Messer Gualtieri Cacciaguerra de Espelo (+1254)


Ingressou no mosteiro de São Damião no final de 1213 ou início de 1214. Os quarenta anos que ali viveu, foram passados em grande piedade e louvores a Deus, dignos de admiração. Cecília era da cidade de Espelo, filha do grande e potente Senhor Gualtiere, da família nobre e guerreira dos Cacciaguerra. No Processo de Canonização de Santa Clara depõe como sexta testemunha ressaltando as virtudes da Fundadora. Refere também o desejo de Clara do martírio que nasceu dentro dela quando recebeu a notícia da morte martirial dos primeiros frades menores em Marrocos, afirmando que queria ir até lá. Foi testemunha de várias curas prodigiosas realizadas por Clara. O milagre que mais a impressionou foi a multiplicação dos pães, pois dele participou pessoalmente. Ela conta que as Irmãs tinham apenas metade de um pão, pois a outra metade havia sido oferecida aos frades que serviam à esmola e ao cuidado espiritual do mosteiro. E Clara lhe pediu que desta metade fizesse cinqüenta fatias, uma para cada irmã. E Cecília, diante da impossibilidade prática de fazê-lo, teria dito: “Para que daqui eu possa fazer cinqüenta fatias, seria necessário aquele milagre do Senhor, dos cinco pães e dois peixes”. Mas Clara insistiu para que ela realizasse o que fora pedido, e Cecília então percebeu que o Senhor “multiplicou aquele pão de modo que rendeu cinqüenta fatias grandes, como Santa Clara havia mandado”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário