28 de ago de 2010

Felícia Meda de Milão




Bem-Aventurada Felícia Meda de Milão (1378-1444)

Felícia ou Felisa era descendente da distinta família dos Meda, de Milão. Ela nasceu em Milão, na Lombardia, em 1378. Teve excelentes pais, que a educaram no santo temor de Deus, nada deixando faltar ao seu desenvolvimento espiritual. Adquiriu também alta capacidade na língua latina. Ainda jovem perdeu os pais, o que a levou a unir-se mais fortemente a Deus. Com apenas doze anos emitiu o voto de castidade. Entrou no Mosteiro de Santa Úrsula das Clarissas em Milão, onde teve de enfrentar fortes tentações. Sua oração contínua, era esta: “Vinde, ó Deus, em meu auxílio sem demora”. Com a força da oração, afastou as tentações e perseverou na vocação. Ao falecer a abadessa daquela comunidade em 1425, escolheram Felícia como sucessora. Fez o máximo em palavras e exemplos para promover o bem-estar da comunidade. Sua fama chegou até ao Papa Eugênio IV. Por sua força de persuasão induziu o Papa e o Ministro Geral da Ordem Franciscana, Frei Bernardino de Sena a entregar o novo Convento de Clarissas de Pésaro por ela fundado. Apesar da idade avançada, ela com mais sete companheiras enfrentaram a viagem a pé até o novo Mosteiro. Quando a Princesa de Montefeltro ofereceu-lhes carruagem Felícia recusou a oferta e caminhou até o seu novo convento. Com apenas quatro anos de fundação esse mosteiro recebeu tantas vocações, que em pouco tempo formou uma grande comunidade. Sua fama se espalhou sobretudo pela sabedoria de seus conselhos dos quais se beneficiaram suas irmãs e as inúmeras pessoas que iam ao Mosteiro receber sua orientação. Deu a todos um insigne exemplo de santidade. Faleceu em 1444 em odor de santidade. Recebeu de Deus o dom dos milagres. Seu corpo repousa no Mosteiro de Pésaro por ela fundado. Quatrocentos anos mais tarde, seu corpo foi transladado para a Catedral de Pésaro. O Papa Pio IX proclamou-a Bem-aventurada no início do século XIX. Sua festa é no dia 24 de julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário